“Noites Cariocas” e o choro revisitado


Compartilhe!

Este choro – composto por Jacob do Bandolim e Hermímio Belo de Carvalho e gravado em 1957 pela primeira vez – é um dos mais conhecidos e executados por todos os músicos durante décadas

 

 

Assim como todas as composições desse gênero, a melodia de “Noites Cariocas” é bastante desenhada, basicamente composta em semicolcheias e colcheias na maior parte do tempo. Sua harmonia também é bastante caraterística desse estilo.

Neste arranjo, algumas harmonias foram substituídas por outras, com a proposta de dar uma sonoridade mais moderna ao choro, já que fica difícil enriquecer sua melodia pois ela já é muito trabalhada e caminha para o agudo e para o grave alternada e frequentemente.

 

 

Para ver as explicações e a partitura completa do arranjo de Rosana Giosa para “Noites Cariocas”, acesse gratuitamente a edição 43 da revista digital Teclas & Afins!

 

Para acessar, faça login ou se cadastre gratuitamente!

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório