Gerador de envoltória – o controle do som no tempo


Compartilhe!

Nos sintetizadores, o gerador de envoltória (EG) serve para determinar o comportamento do som em um transcurso de tempo


O termo gerador de envoltória provém do inglês “Envelope Generator” e utiliza-se a abreviação EG, ou então, ADSR, que corresponde às quatro fases clássicas do EG: Attack, Decay, Sustain e Release. É possível também, encontrar o termo “Countor Generator” ou simplesmente as iniciais “Env”.

A principal diferença entre o EG e as demais unidades moduladoras do som é que o EG é “trigado”. Isso significa que quando a tecla é pressionada, um sinal de disparo é enviado ao EG para iniciar a alteração no som de acordocom as configurações do ADSR. E quando a tecla é solta, outro sinal é enviado a ele para que finalize a atuação sobre o som.

A unidade de EG não envia som aos outros módulos sintetizadores, mas um sinal de controle. Nos sintetizadores analógicos, esse sinal é um valor de voltagem e, nos digitais, um conjunto de bits.


ESTÁGIOS DO EG

Os primeiros sintetizadores analógicos disponibilizavam quatro potenciômetros, um para cada estágio do EG. Atualmente, esse formato ainda é usado para a maioria dos sintetizadores, mas alguns modelos possuem mais estágios, o que proporciona maior flexibilidade para o processo de controle do som no transcurso de tempo. Os estágios ADSR do EG encontrados na maioria dos sintetizadores são:


Grafico gerador de envoltória TeclasEAFins
  • Attack: controla quanto tempo a envoltória leva, partindo de zero, para atingir o nível máximo de saída do EG. No amplificador, ao pressionar uma tecla, o som poderá iniciar com ataque (como o som de piano) ou em um crescendo (como o som de violino tocado com arco em crescendo).
  • Decay: controla o tempo de decaimento do som. Se o valor de Sustain for zero, o término da envoltória é dado pelo final do estágio de Decay. Sons percutidos que não possuam sustentação podem ser construídos utilizando apenas os estágios de Attack e Decay.
  • Sustain: controla o nível de sustentação enquanto a tecla estiver pressionada. Quando o nível de Sustain for zero, o final do estágio Decay será o término da envoltória.
  • Release: controla o tempo que leva para a envoltória atingir o ponto zero após a tecla ter sido solta. Quando o EG modula o amplificador, este estágio determina por quanto tempo o som irá durar após a tecla ser abandonada.

APLICAÇÃO DO EG

A principal aplicação do EG é a de modular o amplificador, o filtro e o oscilador do sintetizador. Quando o EG modula o amplificador, ele controla o volume no tempo (Amp). Quando modula o filtro, ele controla modificações do timbre no tempo (Cutoff Frequency) e quando modula o oscilador, controla as modificações de altura no tempo (Coarse tune). Quando o EG é ligado ao filtro, pode gerar um efeito de “Wah-wah”, mais rápido ou mais lento dependendo da regulagem do ADSR. Quando o EG é ligado ao oscilador, causa uma variação na altura do som, ou seja, quando uma tecla é pressionada, é possível ouvir um efeito de glissando, que também pode ser mais rápido ou mais lento dependendo da regulagem do ADSR.


PECULIARIDADES

ADSR gerador de envoltória TeclasEAfins

Alguns sintetizadores, como o Korg MS-20, o Korg MS-2000 e o Vírus Access (analógicos e de modelagem analógica), possibilitam programação fácil, permitindo que o ADSR possa ser modificado diretamente pelo ajuste dos potenciômetros no painel. Outros modelos, disponíveis em Music Workstations, disponibilizam recursos gráficos que podem ser acessados por meio de botões de função e modificados pela movimentação de sliders no painel. Para os sintetizadores que não possuem facilidades para a programação do Gerador de Envoltória, recomenda-se o emprego de um software MIDI editor de timbres, geralmente, possibilita apresentar graficamente as envoltórias enquanto o músico programa como será o comportamento do som.

Em alguns sintetizadores, a envoltória possui mais estágios do que o clássico ADSR. Alguns sintetizadores da Korg apresentam as nomenclaturas Break Point (ponto de parada) e Slope Time (rampa) para um estágio e uma rampa a mais que o ADSR clássico.

A regulagem da quantidade de modulação do EG pode ser feita por meio de um parâmetro denominado Envelope Depth (quantidade de envoltória). Valores altos resultam em maior intensidade da modulação ADSR sobre o som. Se o valor do Envelope Depth for nulo, o EG não altera o som. Valores negativos resultam no funcionamento inverso do EG.


Teclas & Afins 60 - Amilton Godoy Trio

Para saber mais sobre todos os instrumentos de teclas e ficar por dentro de todas as novidades do mundo da música, acesse a revista digital gratuita Teclas & Afins, clicando aqui!

Para acessar, faça login ou se cadastre gratuitamente!

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório