“Ousado Amor”, por Andersen Medeiros


Compartilhe!

Arranjo para piano solo da música “Reckless Love” do ministério de louvor e adoração Bethel Music, conhecida no Brasil como “Ousado Amor”


Talvez, atualmente, “Reckless Love” – composta por Cory Asbury, Caleb Culver e Ran Jackson, três integrantes do ministério Bethel Music – seja uma das músicas mais cantadas nas igrejas e mais ouvidas no meio evangélico em todo o mundo.

O ministério Bethel Music começou a fazer música em 2001, na Bethel Church da cidade de Redding, Califórnia, nos Estados Unidos. Eles se concentram em produzir canções de adoração e álbuns que são em grande parte escritos e gravados por membros do ministério. Segundo a descrição no próprio site, eles têm como missão exportar para todo o mundo canções e ensinamentos sobre a forma de fazer música na igreja.

Isaias Saad

Podemos ver que esse objetivo tem sido alcançado aqui no Brasil, pois nomes da música nacional têm gravado a versão dessa música em português, intitulada “Ousado Amor”. O que nos chama a atenção, é que o vídeo no Youtube da versão em português do cantor Isaias Saad tem 65 milhões de visualizações, mais que o vídeo oficial em inglês (que têm 63 milhões). Talvez seja mais uma confirmação do quanto nossas igrejas têm sido influenciadas pelo ministério Bethel Music.

Ao trazer a partitura de uma música cantada ao formato instrumental para piano solo, temos por objetivo estimular o conhecimento da escrita musical, apesar de entender que a realidade dentro das igrejas está relacionada ao conhecimento de harmonia, como, por exemplo, o “tocar de ouvido”.


O ritmo e a harmonia

Inicialmente, temos o que parecem ser duas controvérsias: uma no ritmo e outra na harmonia. Quando ouvimos a introdução e o refrão, temos a impressão de que a música foi composta em um compasso simples. Apesar de ter sido composta em um compasso composto, a intenção rítmica é claramente executada como se fosse um compasso simples. É como se a voz principal estivesse cantando em um ritmo simples, e os instrumentos, em um composto.

A característica da harmonia encontrada nessa canção tem sido muito frequente em músicas dessa geração. Apesar de iniciar em um acorde menor, a tonalidade é maior: isso é o que alguns chamam de “falso menor”. Já vi muitos músicos atribuindo o tom menor a uma música, quando, na verdade, o centro tonal da música estava em um acorde maior.

Observe que escrevemos o arranjo na tonalidade de Fá, e os acordes giram em torno de uma progressão simples:


VIm – V – IV – I


O arranjo

Podemos observar que a maioria dos acordes estão enriquecidos com a nona. A dinâmica da música cresce quando os dedilhados na mão esquerda aumentam a movimentação; a melodia se intensifica partindo dos graves quando está suave, explorando os duetos e agudos a medida que crescem.



Para ver a partitura completa do arranjo para piano de “Ousado Amor” de Andersen Medeiros, clique aqui e acesse gratuitamente a edição 55 da revista digital Teclas & Afins!


Andersen Medeiros

Andersen Medeiros é pianista, arranjador e compositor, iniciou seus estudos de piano clássico no curso de extensão da UFAL – Universidade Federal de Alagoas, em seguida migrou para o estudo do piano moderno, em 2010 e 2013 foi palestrante do Congresso de louvor e adoração – LOUVAÇÃO para músicos em igrejas do Estado de Alagoas. Em 2014, em viagem missionária à Cuba teve participação na orquestra norte americana “Celebration” conduzida pelo maestro Camp Kirkland. Hoje, atua como professor do site PianoFlix, uma plataforma de ensino para piano solo e acompanhamento por ouvido. Ensina piano online por skype à alunos no Brasil e no exterior, pianista e líder de músicos na Igreja evangélica Batista El Shaddai em Maceió a mais de 18 anos, e pianista da banda TLB – The Last Band, um projeto embrionário de jazz moderno.

Para acessar, faça login ou se cadastre gratuitamente!

Login de Usuários

4   +   9   =  
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório