Acordeonista Ksenija Sidorova e pianista Hercules Gomes na Sala São Paulo


Compartilhe!

Os concertos fazem parte da Temporada Osesp e do ciclo dedicado ao centenário de Astor Piazzolla, completado em março de 2021

Hercules Gomes

Uma agenda dupla de recitais, entre quinta-feira (4/nov) e sábado (6/nov), dá início à programação de novembro na Sala São Paulo, com apresentações do pianista Hercules Gomes, um dos maiores talentos brasileiros do piano na atualidade, seguidas de performances do Quarteto Osesp com a acordeonista letã Ksenija Sidorova. As duas performances da sexta-feira (5/nov), às 18h30 e às 20h, serão transmitidas ao vivo direto da Sala São Paulo, no YouTube da Osesp.

Sozinho ao piano no palco da Sala, Hercules Gomes mostrará um repertório repleto de autores brasileiros, de nomes como Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Radamés Gnatalli e Laércio de Freitas, além de Astor Piazzolla. Já o Quarteto Osesp, formado pelos músicos Emmanuele Baldini (violino), Davi Graton (violino), Peter Pas (viola) e Rodrigo Andrade Silveira (violoncelo), e que nestas três apresentações será acompanhado pela talentosa acordeonista letã Ksenija Sidorova, interpretará um programa com peças dos autores Zoltán Kodály, Sergey Akhunov, Pietro Roffi e Sergei Voitenko, além do já citado Piazzolla. Os ingressos para os concertos custam R$ 50,00 (cada), e as apresentações acontecem com um intervalo de 30 minutos entre cada.

Quarteto Osesp

Fundado em 2008, o Quarteto Osesp reúne o spalla da Orquestra, Emmanuele Baldini, o violinista Davi Graton, o violista Peter Pas e o violoncelista convidado Rodrigo Andrade Silveira. Desde sua fundação, o Quarteto Osesp tem sua própria série na Sala São Paulo, na qual são apresentadas obras clássicas e propostas inovadoras. Seu repertório é vasto, incluindo peças que vão da época barroca até compositores contemporâneos. Entre os artistas que já se apresentaram com o grupo estão Heinz Holliger, Antonio Meneses, Arnaldo Cohen, Emmanuel Pahud, Nathalie Stutzmann e Jean-Efflam Bavouzet, entre outros.

Hercules Gomes

Considerado um dos mais representativos pianistas brasileiros da atualidade, Hercules Gomes se destaca pelas fortes influências de ritmos brasileiros, jazz e da música erudita presentes em seu estilo. Natural de Vitória (ES) e radicado em São Paulo, é bacharel em música pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Já se apresentou em alguns dos mais importantes festivais de música no Brasil e no exterior como o Festival Piano, Piano (Buenos Aires, Argentina); o Festival Internacional Jazz Plaza (Havana, Cuba); o Brazilian Music Institute (Miami, EUA); o Festival de Inverno de Campos do Jordão (São Paulo, Brasil); e o Savassi Festival (Belo Horizonte, Brasil). No Brasil, foi vencedor do 11º Prêmio Nabor Pires de Camargo e do 1º Prêmio MIMO Instrumental. Como solista já atuou com orquestras como a Jerusalem Symphony Orchestra, OSUSP, Orquestra Jovem Tom Jobim e Orquestra Sinfônica de Campinas. Em 2015 participou do projeto Gravação dos Concertos Cariocas de Radamés Gnattali, no qual interpretou o Concerto Carioca nº 2 com a Orquestra Sinfônica de Campinas. Em 2013 lançou seu primeiro trabalho solo, intitulado Pianismo, com composições próprias e arranjos que trazem fotografias panorâmicas do piano brasileiro, e em 2018 lançou seu segundo álbum, No Tempo da Chiquinha, em comemoração aos 170 anos da pianista e compositora Chiquinha Gonzaga. Em 2020 lançou o álbum Tia Amélia Para Sempre, em homenagem à compositora Amélia Brandão Nery, a Tia Amélia.

Ksenija Sidorova

Ksenija Sidorova

Encorajada a tocar acordeão por sua avó, que fazia parte de uma longa tradição de acordeonistas folclóricos, a musicista Ksenija Sidorova, natural da Letônia, no leste europeu, começou a estudar o instrumento aos seis anos de idade sob a orientação de Marija Gasele, em sua cidade natal, Riga. Sua busca por mais contato tanto com o repertório clássico quanto com o contemporâneo levou-a a Londres, onde ela se tornou uma estudante premiada na graduação e na pós-graduação da Royal Academy of Music, estudando sob a tutela de Owen Murray. Em maio de 2012, tornou-se a primeira vencedora do International Award da Bryn Terfel Foundation, e, em outubro de 2015, se apresentou no Royal Albert Hall ao lado de Sting, nas comemorações de aniversário da tradicional casa de espetáculos. Sidorova foi vencedora dos prêmios Martin Musical Scholarship and Friends of the Philharmonia Award, da Philharmonia Orchestra, e do Worshipful Company of Musicians Silver Medal. Desde 2016, ela é uma associada da Royal Academy of Music, em Londres, Inglaterra.


PROGRAMAS

TEMPORADA OSESP: HERCULES GOMES
HERCULES GOMES PIANO
Chiquinha GONZAGA | GaúchoAlexandre LEVY | Tango BrasileiroErnesto NAZARETH | OdeonAstor PIAZZOLLA | Sylfo y Ondina – Fugata [arranjo de Laércio de Freitas]Amélia Brandão NERY | MuíscaBené NUNES | GostosinhoCarolina Cardoso DE MENEZES | Primavera em FlorAstor PIAZZOLLA | Years of SolitudeZequinha de ABREU | Tico-tico no FubáRadamés GNATTALICanhotoEstudo em Forma de ChoroAstor PIAZZOLLA | ReviradoLaércio DE FREITAS | Teclas e Dedos

TEMPORADA OSESP: QUARTETO OSESP E KSENIJA SIDOROVA
QUARTETO OSESP
KSENIJA SIDOROVA ACORDEÃO
Zoltán KODÁLY | Quarteto nº 2, Op. 10
Sergey AKHUNOV | Duas Chaves Para um Poema de Brodsky
Pietro ROFFI | Noturno
Sergei VOITENKO | Revelação
Astor PIAZZOLLA
Tanti Anni Prima (Ave Maria)
Chau Paris
Five Tango Sensations: Seleção

SERVIÇO

04 de novembro, quinta-feira, às 18h30 e às 20h
05 de novembro, sexta-feira, às 18h30 e às 20h – Concertos Digitais
06 de novembro, sábado, às 15h30 e às 17h
Endereço: Sala São Paulo | Praça Júlio Prestes, 16
Taxa de ocupação limite: 638 lugares
Recomendação etária: 7 anos
Ingressos: R﹩ 50,00
Bilheteria (INTI): clique aqui
(11) 3777-9721, de segunda a sexta, das 12h às 18h.
Cartões de crédito: Visa, Mastercard, American Express e Diners.
Estacionamento: R﹩ 28,00 (noturno e sábado à tarde) e R﹩ 16,00 (sábado e domingo de manhã) | 600 vagas; 20 para portadores de necessidades especiais; 33 para idosos.

IMPORTANTE: Desde o início de setembro, para frequentar a Sala São Paulo, é preciso apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19 – ao menos da 1ª dose, de acordo com o calendário de imunização da cidade de cada um. Essa medida está de acordo com o Decreto Nº 60.488, publicado em 27 de agosto de 2021 no Diário Oficial do município. A obrigatoriedade é válida para estabelecimentos e serviços do setor de eventos com público superior a 500 pessoas -a lotação máxima da Sala atualmente é de 638 lugares, obedecendo ao Protocolo de Segurança. A comprovação é necessária para todos que frequentam a Sala: público, artistas e funcionários.
Como apresentar o certificado de vacinação:
1. Levando o comprovante original em papel;
2. Mostrando o comprovante digital, disponível nas plataformas e-SaúdeSP, ConectSUS e Poupatempo.
Informações úteis:​
– Quem ​se recusar a apresentar o documento​ n​ão poderá ingressar na Sala São Paulo, uma vez que a instituição fica sujeita a penalidades e interdição.
– Crianças de até 12 anos que ainda não foram contempladas pelo calendário de vacinação podem acessar o espaço normalmente.
– Vacinados fora do país devem apresentar o comprovante original.
– Quem não pode tomar a vacina por alguma diretriz médica deve apresentar documento que ateste essa impossibilidade.

A Osesp e a Sala São Paulo são equipamentos do Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, gerenciadas pela Fundação Osesp, Organização Social da Cultura.

Para saber mais sobre todos os instrumentos de teclas e ficar por dentro de todas as novidades do mundo da música, acesse a revista digital gratuita Teclas & Afins, clicando aqui!

Para acessar, faça login ou se cadastre gratuitamente!

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório