Cantora Alaíde Costa e pianista Gilson Peranzzetta apresentam Tudo o que o Tempo me Deixou


Compartilhe!

A cantora Alaíde Costa e o maestro, compositor e pianista Gilson Peranzzetta são convidados do projeto 5 Sentidos na Tupi or not Tupi. O encontro, uma experiência multissensorial que dá ao público o direito ao show e jantar – entrada, prato principal e sobremesa (bebidas à parte), acontece no dia 16 de setembro, sábado, às 21h30

 

Gilson e Alaíde não se apresentavam juntos em São Paulo há 10 anos e trazem uma surpresa: os músicos tocam pela primeira vez a música “Passos nos Compassos”, que Gilson Peranzzetta e Nelson Valência fizeram para Alaíde Costa.

O repertório do duo de voz e piano é recheado de clássicos da música brasileira com excelentes arranjos do pianista e ótima interpretação da cantora inspirada nos clássicos “Obsession” (Dori Caymmi e Gilson Peranzzetta), “Apanhei-te Cavaquinho”  (Ernesto Nazareth), “Voz de Mulher” (Sueli Costa e Abel Silva), “A Noite” (Ivan Lins e Vitor Martins), a faixa-título da apresentação “Tudo que o Tempo me Deixou” (Gilson Peranzzetta e Paulo Cesar Pinheiro) e outros sucessos dos músicos Johnny Alf, Tom Jobim, Noel Rosa e Fátima Guedes.

Gilson-Peranzzetta-por-Nelson-FariaO compositor de sucessos nacionais e internacionais Gilson Peranzzetta é considerado, pelo também maestro Quincy Jones, um dos cinco maiores arranjadores do mundo. O músico produziu dois cds para Alaíde Costa – Amiga de Verdade (1987) e Tudo que o tempo me deixou (2005), que deu a ela o prêmio de melhor cantora em 2005 e ainda lhe valeu em 2006 a indicação ao Grammy Latino, na categoria de Melhor CD Romântico.

A cantora Alaíde Costa iniciou sua carreira profissional em 1955, e, em 1959, levada por João Gilberto, entrou em contato com os compositores da bossa nova. Ela gravou, nesse ano, o primeiro LP – Gosto de você. Em 1960, lançou o LP Alaíde Canta Suavemente” e em 1961, o LP Alaíde, Jóia Moderna.

Nos trabalhos mais recentes a cantora realizou o sonho de gravar um disco autoral, o Canções de Alaíde (2014), que foi lançado pelo selo Nova Estação e produzido por Thiago Marques Luiz. Dentre as músicas selecionadas, apareceram clássicos da bossa nova como “Amigo amado”, parceria com Vinicius de Moraes, “Você é amor”, com Tom Jobim, e “Canção do Breve Amor”, com Geraldo Vandré.

Alaide Costa-arteplural

Em 2015, em comemoração aos seus 80 anos de idade, apresentou-se no Teatro Rival BR, em show que teve direção musical do maestro Gilson Peranzzetta, no qual revisitou sua obra apresentando-se ao lado de convidados como Áurea Martins e João Senise. Também em 2015, ainda em comemoração aos seus 80 anos, gravou com o violonista e guitarrista Toninho Horta O CD  Alegria é Guardada em Cofres, Catedrais.

 

Para Todos os sentidos

O projeto 5 Sentidos já reuniu diversos músicos da música popular brasileira como Ivan Lins, João Bosco, Guinga, Rosa Passos e Mônica Salmaso. Todos os encontros são uma experiência multissensorial que possibilita o público estar próximo do artista de maneira prazerosa e intimista.

A Tupi or not Tupi situa-se no coração da Vila Madalena. É uma casa construída na década de 1950, em um terreno de 500 metros quadrados, sem muros e com pequenos ambientes que levam a um salão principal com capacidade para 110 pessoas sentadas. Conta com projeto de design de Lee Dawkins, supervisão acústica de Clemente Zular e equipamentos do Estúdio Loop. A Tupi or not Tupi é hoje considerada uma das melhores acústicas para uma casa de shows na cidade de São Paulo.

 

SERVIÇO

ALAÍDE COSTA E GILSON PERANZZETTA – TUDO O QUE O TEMPO ME DEIXOU

Data: 16/09/2017, sábado, às 21h30

*Jantar servido apenas antes ou após o show*

Ingressos: R$ 150,00

Compra de ingressos pelo site: www.tupiornottupi.net

 

TUPI OR NOT TUPI

Endereço: Rua Fidalga 360, Vila Madalena, tel. 3813-7404

Capacidade: 110 lugares

Classificação: 12 anos

Acesso a deficientes

Todos os cartões de crédito e de débito

Manobristas à porta

Sobre a Tupi or Not Tupi – O novo espaço, que iniciou suas atividades em março deste ano, chamado Tupi or not Tupi, trabalha em duas frentes: música no palco e pratos da cozinha brasileira nas mesas. A cozinha é chefiada por Alexandre Romano. O chef, responsável pelo cardápio da casa busca inspirações nos ingredientes e temperos brasileiros de diversas regiões do país, sempre oferecendo pratos saborosos. Assim como no dia do show, em todos os cardápios feitos pelo chef Romano têm a versão vegetariana do prato principal.

Salada: Salada verde com figo, queijo brie e molho de framboesa

Entrada: Cuscuz paulista vegetariano

Prato principal: Arroz de galinha no tucupi e jambu ou Arroz de vegetais no tucupi e jambu

Sobremesa: Brulée de milho verde

 

OBS: O show começa às 21h30. Pedimos ao público que chegue com uma hora de antecedência, pois os pratos são servidos apenas antes ou depois da apresentação

 

Quer saber mais sobre o piano e todos os instrumentos de teclas?

Acesse gratuitamente a revista digital Teclas & Afins clicando aqui!

 

Para acessar, faça login ou se cadastre gratuitamente!

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório