“Sabiá”, por Rosana Giosa


Compartilhe!

Ganhadora do III Festival Internacional da Canção, a composição de Tom Jobim e Chico Buarque demorou a cair no gosto do público, mas atualmente é uma das mais apreciadas da dupla

“Sabiá” é uma canção escrita por Tom Jobim e Chico Buarque e registrada no disco Chico Buarque – Não vai Passar, vol. 4, ao lado de outras composições como “Retrato em Branco e Preto” e “Tema para Morte e Vida Severina”. A princípio chamava-se “Gávea” e se destinava ao repertório da soprano Maria Lúcia Godoy. Seu autor, Tom Jobim, foi convidado a concorrer no III Festival Internacional da Canção e, só tendo aquela música inédita na ocasião, inscreveu-a, pedindo a Chico Buarque para fazer uma letra. Jobim detestava festivais, já rejeitara um convite do diretor Augusto Marzagão para atuar como jurado e, não querendo parecer grosseiro, se sentia na obrigação de concorrer. Achava a composição – que passara a chamar-se “Sabiá” depois da letra do Chico – serena demais para impressionar num festival.

Em 29 de setembro de 1968, a música foi apresentada no Maracanãzinho, mas recebeu vaias quase unânimes – segundo um repórter, “a mais sonora já acontecida em toda a história dos festivais de música popular”. Embora o público cantasse “Pra não Dizer que não Falei das Flores” (conhecida como “Caminhando”), de Geraldo Vandré, “Sabiá” acabou sendo premiada, mas criticada por sua “desvinculação da realidade nacional”, embora outros a examinassem como uma nova e premonitória “Canção do Exílio”.


O arranjo

Essa linda canção tem uma forma não muito definida pois tem um motivo melódico que se repete várias vezes, mas com harmonias diferentes. O tema vai se desenvolvendo com esse motivo e mudando de acordes, resultando assim em diferentes climas que caminham sempre em novas direções. Contudo, aqui ela foi dividida em quatro partes para facilitar uma análise mais detalhada (para ver a partitura e as anotações sobre o arranjo de Rosana Giosa para “Sabiá”, acesse a edição 94 da revista digital Teclas & Afins).

Os comentários e a partitura do arranjo para piano de Rosana Giosa estão na edição 94 de Teclas & Afins, que você acessa clicando aqui!

Para saber mais sobre todos os instrumentos de teclas e ficar por dentro de todas as novidades do mundo da música, acesse a revista digital gratuita Teclas & Afins, clicando aqui!

Para acessar, faça login ou se cadastre gratuitamente!

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório