Testamos o LAUNCHPAD X


Compartilhe!

Leve, compacto e mais flexível do que nunca, o Launchpad continua sendo uma ferramenta obrigatória para os usuários do Ableton Live e mostra-se útil para todo tipo de aplicação em música eletrônica

Em 2001, a empresa alemã Ableton lançou o software Live, que mudou o mundo da produção musical para sempre. O Live permite carregar clipes de áudio, kits de bateria ou instrumentos virtuais e, em seguida, organizar frases musicais em uma grade. Esses pedaços de melodias e ritmos podem ser tocados um após o outro e combinados para produzir performances exclusivas de música eletrônica ou sets de DJs mais longos. Para controlar tudo isso, surgiu o Launchpad.

Quando o Launchpad original chegou, seu uso mais óbvio era como um dispositivo disparador para clipes do Live. Embora não tenha sido o primeiro dispositivo MIDI projetado para fazer uso do fluxo de trabalho desse software, foi o primeiro controlador a ser totalmente dedicado ao modo direcionado a clipes do software. Cada um dos quadrados brilhantes correspondia a um clipe de música na grade do Live o que permitia aos usuários escolherem quais clipes queriam reproduzir a qualquer momento. O Launchpad também funcionou como uma interface musical, permitindo aos músicos percutirem padrões de bateria ou tocar instrumentos como sintetizadores em sua grade de notas.

Além de fornecer uma interface de controle expressiva para lançar e tocar com instrumentos no Ableton, os LEDs RGB atrás de cada pad espelham a sessão do Ableton Live, portanto, nunca se tem dúvidas sobre quais clipes estão sendo disparados. A Novation lançou o dispositivo em 2009 e ele imediatamente se tornou extremamente popular porque transformou o Ableton Live em um instrumento musical. Além disso, o Launchpad efetivamente inspirou um gênero totalmente novo de performance eletrônica, dando aos DJs uma maneira amigável de acionar sua própria música “ao vivo” e dando origem a inúmeros vídeos do YouTube de usuários que usam seus recursos como uma ferramenta combinada de acionamento de loops e show de luzes.

Agora, 10 anos depois, a gigante de tecnologia musical britânica lança o Launchpad X, consideravelmente mais fino, mais leve, mais elegante e – o mais importante – mais expressivo do que os que o precederam. Em termos de design, o novo modelo segue essencialmente o desenho do original, com uma grade de 8 linhas e 8 colunas de pads além de duas fileiras de botões de parâmetros e navegação. Embora o Launchpad X mantenha o design principal, há muitos recursos novos, com destaque para a adição de sensibilidade à velocidade e à pressão aos pads retroiluminados RGB. O Launchpad X inclui 64 pads sensíveis à velocidade com aftertouch polifônico! Como era de se esperar, isso imediatamente torna o Launchpad X um controlador consideravelmente mais expressivo quando se trata de tocar bateria e sons de instrumentos.

Modos

O Modo Session é projetado para disparar clipes de áudio e MIDI do Ableton Live. A ideia do software é construir faixas perfeitamente contínuas e o Launchpad facilita a construção de arranjos ou remixes reproduzindo clipes ou interrompendo sua reprodução a tempo. O Modo Mixer, um submodo do Session, permite controle total sobre a performance com acesso a faders virtuais sensíveis à velocidade que assumem o controle dos Volumes, Pans e Sends da trilha. Ao pressionar um desses botões, o dispositivo permite ajustar os controles deslizantes de cada faixa, simulando a ação de movê-los para cima e para baixo.

Quando se pressiona o botão Mixer, cada linha ou coluna de quadrados mostra os níveis de qualquer controle que esteja selecionado. Ao tocar em um pad suavemente, o valor aumenta lentamente, ao passo que um toque firme o fará saltar imediatamente para um novo valor. Além disso, pressionar repetidamente um único pad faz aumentar gradativamente a posição de um fader. O Modo Mixer também permite alternar para Stop, Solo, Mute e Record Arm para pronto acesso e controle sem interferir na sessão.

O Modo Note é utilizado para tocar bateria ou instrumentos melódicos pela grade de pads, com layout variável. Usado com um instrumento, ele exibe o estilo familiar do modo “escala” usado na maioria dos controladores modernos baseados em pads, com as notas de uma escala destacadas da esquerda para a direita na grade com notas fundamentais destacadas por cores diferentes. Existem 16 escalas predefinidas, além dos modos Escala e Cromático para escolher se as notas fora da escala estão disponíveis ou não. (Continua na edição 84 de Teclas & Afins)

Para ler todo o review de Luciano Watase e conhecer mais do Launchpad X, acesse a edição 84 da revista digital gratuita Teclas & Afins, clicando aqui!

Luciano Watase

Pianista, tecladista, produtor musical, aficionado por sintetizadores vintage, responsável por produção de som, imagem e suporte tecnológico a obras de arte na empresa SoundsGood e engenheiro de gravação com experiência de mais de 20 mil horas, expert em equipamentos eletrônicos e colecionador de instrumentos digitais.

Teclas & Afins 88 - Toninho Ferragutti

Para saber mais sobre todos os instrumentos de teclas e ficar por dentro de todas as novidades do mundo da música, acesse a revista digital gratuita Teclas & Afins, clicando aqui!


Para acessar, faça login ou se cadastre gratuitamente!

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório